sábado, 28 de novembro de 2009

aprender que se aprende.


aprender que: nao se da tudo.

:: somos muito assim cat.

:: pois somos.

:: e quanto mais damos, mais inseguros ficamos depois.

:: nao tem que ver com o outro e sua capacidade de aceitar, tem que ver mais com a existencia individual.

::pois é, é primario o instinto, e as vezes infantil até. e nao ganhamos muito mais amor, por muito mais darmos. porque assim como damos tudo, tudo podemos tirar de repente.

:: aprender que se aprende. aprender que se muda o que nao esta tao bem.

:: aceitar que o que tem de ser. é. e será.

:: por isso entregar. mas viver. ir vivendo.

:: mais uma volta gigante de carrossel!!!!

luv u, u know why!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

terça-feira, 24 de novembro de 2009




como posso amor, nao te gostar?


se me fazes fragil e forte. se me fazes alegre mas tranquila. se me fazes lembrar o que sou em todas as versoes de mim possiveis?






segunda-feira, 16 de novembro de 2009

tira a mao do queixo nao penses mais nisso..


temos dias.
temos dias as vezes que tambem sao estranhos.
temos dias em que o coraçao parece estar a dormir. ás vezes nao sao dias inteiros. sao horas, sao alturas. sao mudanças.
faz parte. acredito.

nesses momentos em que detectamos essa nuvem, melhor mesmo é nao inventar. deixemos a nuvem passar, com um vento sem ser do norte que a leve.
faz parte. acredito.

coraçao em ponto morto, se calhar a precisar de pilha e carrego. coraçao orgao de fogo, mas de facto nem sempre o fogo é igual..enquanto se nutre pára para observar onde se multiplica a seguir.
faz parte. acredito.

se o mundo as vezes tb nao tem dimensao para nós. de tao grande sentimento experimentado e sentido. porque te amo tanto meu amor,
tem o direito o coraçao a descansar.
faz parte. acredito.

gosto de ti muito.
acredito que faças parte de mim.

tira a mao do queixo nao penses mais nisso...diz o jorge palma.



sexta-feira, 13 de novembro de 2009

ARE US?



Nao posso ir contra mim. Nao consigo nao dizer directamente o que sinto. Para a vantagem da liberdade nas perguntas, há o risco da resposta, que pode nao ser exactamente aquela que se quer ouvir.

Não basta dizer que sou assim. Mas no meu ver é a verdade implacavel que me comanda e eleva na vida. vertigens? sustos? Fazem parte do caminho dos outros em nós. Só precisamos estar onde cabemos. Mais nada nos é pedido. Essa decisao vem duma escolha. Escolha que nesta altura se exige ponderada. Dar espaço. Dar tempo. Dar margem.

So se leva o barco a serio, conhecendo-se os ventos, as ondas, as luas, e as marés. Porque a bussula, esta sempre lá. E normalmente nao nos falha no sentido Norte e Sul. Sao por isso as outras variaveis que condicionam e comandam a viagem...

Nao tenho medo. Mas eu sou eu.

Por vezes e por causa disto me questiono: será que sou eu que vivo numa bolha emocional desconhecida e distante, ou serao os outros quase todos? Eu só sei que não sei não ser assim.

Alguem que me queira ter, que me tenha inteira. Na essencia. So assim vivo, e respiro, e encaixo.
ARE YOU ON MY SIDE...? IF NOT GO AWAY.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009


trocar o certo pelo incerto para ir atras dum sonho...

- trim trim

- quem é?

- sou tu.posso entrar?
- se es eu, ja estas ca, entraste.

- venho lembrar te que um dia vamos passear de balao.

- vamos. ver o mundo com os nossos olhos, de cima do alto.

- é o balao que nos leva na mesma direçao.

- quero ir contigo pro mundo seja em que direcçao for...quero tu porque tu es eu.

- o mundo contigo será melhor, porque nos cumprimos num só.

- onde me viste?

- sempre por ai..

- onde me achaste.

- no lugar de sempre, onde estavas.

- o que mudou?

- foi o vento, e a estaçao do tempo.

- nada mudou afinal, tudo esta igual, porque eu sempre soube. e agora contei te o meu segredo.

-entao foi isso que mudou..

-sim, acrescentou-se foi isto.

- isto é nós.

-é. nunca de mais até.

- amo te. de sempre.

-amo te. pra sempre.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

saudades em versao boa.

tenho saudades de ti. saudades do tempo que é nosso agora. saudades em retroactivos.saudades presentes e resistentes. mas, se saudades tenho, é porque posso. é porque existes em mim inteiro. em nada nostalgicas, em nada fatidicas.saudades boas por excesso. por elevaçao total de tudo o que ja la estava. nao me sais da frente. e por isto tenho saudades.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

...o amor nao muda quando encontra mudança..W.S.


historia sensacional de Elvira uma alemã e Foteck um polaco. separados depois do fim da 2 guerra, vao cada um para seu pais.

o muro de berlim cai, e Elvira poe se a caminho da Polonia...escrevem-se cartas e combinam encontrar-se numa ponte...estavam a 5 metros de distancia, e 50 anos de tempo passado.

dizem: passaram 50 anos, e parece que o tempo nao passou. vivemos a sensaçao de termos estado este tempo todo juntos...


...O AMOR NAO MUDA QUANDO ENCONTRA MUDANÇA...W.SHAKESPEARE
assim um dia será.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

moon the bright side


fui á procura de nós. por um caminho diferente. estavamos sentados os dois a ver a lua. abraçados em silencio. tanto o tempo da vida que nao sabiamos esperando. esperavamos um pelo outro, sem saber que andando tambem se espera porque se guarda. realizei que a lua, ja me vinha dizendo isso. nao se desiste quando tanto se quer.