quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

O meu casaco de pele de leopardo




Tinha um sonho, vem do meu imaginário, na memória da minha Querida Mãe Guingas na sua época aurea. 
O meu Avô ofereceu-lhe com legitimidade e bom senso um casaco a 3 /4 em pele de leopardo. Lindo. 
Ela usava-o destemidamente com tudo e para tudo nos anos 60 e 70 e 80. 
Lembro-me bem dela com o seu cabelo forte e carinha sempre a rir, vestida neste casaco. 
Ficou. 
Um dia vitima das tendências da moda, pegou no casaco e transformou-o num blusão versão anos 90 com cabedal preto a rematar…. um horror. 

O casaco tal como era ficou para sempre pendurado num cabide da minha memória. 

Este ano, por acaso ou não, vejo o casaco como era o dela, numa loja. 
Perdi-me nele, perdi a cabeça e avanço com o cartão de crédito, decidi: 
Eu ia cumprir o meu sonho, deixar de o ter pendurado num cabide da minha memória. 
Comprei-me um presente de Natal. 
Sem complexos, sem culpas, só porque sim. 

Tive de partilhar com as pessoas que mais gosto, como se a pedir aplauso e aprovação para o meu atrevimento. Nem todos foram capazes de entender que aquilo não era um capricho material, mas sim a liberdade de herdar e cumprir um sonho antigo. 

Existem cabides destes na minha vida, na minha cabeça, e no meu coração. 
A capacidade de cumprir sonhos torna a vida mais interessante. Assim penso, assim sinto, assim vejo.  

O meu maior contentamento foi constatar que amigas minhas que se lembram da minha Mãe como eu, depressa entenderam a ligação. Quero isto dizer que valeu a pena. 
Agora resta-me vestir-me nele e dançar a vida. 

obs- Importante acrescentar que o mesmo é não é verdadeira pele de leopardo, nos dias que correm não seria possivel para mim, é uma imitação, sim, mas com dignidade e pinta. 

2 comentários:

Domingos Merrichelli disse...

Interessante reportagem.
Em 1982, em Bruxelas comprei no Brechó de roupas clássicas, um CASACO LEGITIMO DE PELE DE LEOPARDO da década de 20. Está em perfeito estado e deve ser de interesse para quem gosta de relíquias.
Pretendo vende-lo e aceito ofertas.
phdmerrichelli@yahoo.com.br. Fone: 16-36294190

Domingos Merrichelli disse...

Interessante reportagem.
Em 1982, em Bruxelas comprei no Brechó de roupas clássicas, um CASACO LEGITIMO DE PELE DE LEOPARDO da década de 20. Está em perfeito estado e deve ser de interesse para quem gosta de relíquias.
Pretendo vende-lo e aceito ofertas.
phdmerrichelli@yahoo.com.br. Fone: 16-36294190